Contextualização:

O DTx procura um(a) investigador em visão computacional júnior para integrar o seu Grupo de Computer Graphics and Vision (CGV), no âmbito do projeto “BE.Neutral” ref. C644874240-00000016, financiado no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, Aviso n. º: 2022-C05i0101-02 – Agendas para a Inovação Empresarial. A Agenda BE.Neutral tem a ambição de posicionar Portugal como exportador de produtos cíber-físicos de mobilidade carbono zero para cidades de todo o mundo. Foi desenhada a partir da oportunidade de desenvolver, industrializar e operar novos produtos cíber-físicos (dispositivos físicos, conectividade e plataformas de ciência de dados), com capacidade de quantificação em tempo real das emissões evitadas para acelerar a neutralidade carbónica até 2030. Sob a liderança da NOS, o consórcio integra 44 parceiros (29 empresas, 14 ENESII e 1 cluster) e 8 cidades como ambientes de desenvolvimento, teste e demonstração dos produtos e serviços. Da agenda resultarão 16 PPS: 4 produtos de mobilidade e respetivas cadeias de valor completas e 1 reconversão de autocarros; 1 conjunto de dispositivos de conectividade; 7 plataformas; 2 sistemas de carregamento; 1 nova infraestrutura. Será criado um integrador nacional (Simoldes/TMG), um novo construtor nacional (Caetano bus) e um novo IDE automóvel.

 

Contribuições no contexto do projeto:

  • – Preparação e concretização dos protocolos de recolha de dados, bem como na análise estruturada e detalhada das imagens de forma a gerar base de conhecimento de qualidade;
  • – Seleção ou construção de arquitetura de modelos preditivos inovadores e desenvolvimento de pipelines de treino, avaliação e validação dos modelos;
  • – Uso de uma vasta gama de métodos de ciência de dados aplicados às seguintes finalidades: classificação supervisionada e/ou não supervisionada, detecção de objetos, segmentação, detecção de anomalias e OCR;
  • – Ajuste de processos de implementação de algoritmos de AI para execução em infraestruturas periféricas ou no servidor;

 

Contribuições enquanto investigador(a) do grupo de CGV:

  • – Tradução de requisitos de negócio em soluções técnicas;
  • – Desenvolvimento de protótipos e provas de conceito usando métodos estado-da-arte em visão computacional;
  • – Preparação de dados, análise exploratória de dados e engenharia de atributos (features);
  • – Selecção de modelos de visão Computacional para abordar casa problema;
  • – Execução de experiências de treino e otimização de Hiper parâmetros;
  • – Otimização e aceleração de métodos AI para implementação em computação periférica ou servidores;
  • – Projeção de sistemas de Automated Optical Inspection (AOI), todos componentes necessários para o setup de visão bem como infraestruturas de acomodação destes, capazes de detectar a menor caraterística visível do objeto/defeito;
  • – Comunicação de resultados à equipa e associados de forma escrita e oral;
  • – Contribuição para publicações científicas a partir dos resultados dos projetos.

 

Requisitos:

  • – Mestrado numa área quantitativa: ciências da computação, engenharia electrónica ou electrotécnica, engenharia informática ou áreas afins;
  • – Fortes habilidades de resolução de problemas, espírito crítico e de trabalho em equipa;
  • – Alguma experiência em manipulação de dados: preparação, análise exploratória, extração de atributos, visualização;
  • – Experiência de programação em Python, familiarização com numpy e pandas;
  • – Experiência com pelo menos uma das seguintes frameworks de AI: Tensorflow/Keras, PyTorch ou Halcon;
  • – Compreensão de técnicas AI comuns como aprendizagem supervisionada e não supervisionada, e aprendizagem profunda, transferência de conhecimento e fine-tuning;
  • – O candidato será integrado num grupo de pesquisa multidisciplinar no DTx que trabalha em estreita colaboração com parceiros académicos, de I&D e industriais.

 

Sobre o DTx: O Laboratório Colaborativo em Transformação Digital – DTx é uma entidade que desenvolve a sua atividade efetuando investigação aplicada em diferentes áreas associadas a transformação digital.

O DTx é constituído pelos seguintes membros associados: Accenture; Aernnova Évora; Bosch Car Multimedia; Cachapuz-Bilanciai; Cegid; CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto; Celoplás; DSTgroup; IKEA; INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia; Mobileum; NOS; Simoldes; TMG Automotive; SIBS; Universidade Católica Portuguesa; Universidade de Évora; Universidade do Minho; e por dois membros afiliados o Instituto CCG/ZGDV e o PIEP – Polo de Inovação em Engenharia de Polímeros.

Com o objetivo de ser um player de referência na transformação digital, o DTx centra a sua investigação na interseção dos domínios físico, digital e cibernético, com vista a contribuir para a criação da próxima geração de sistemas ciber-físicos evoluídos.

 

Candidatura: Envio de CV e Certificados de Habilitações para recrutamento@dtx-colab.pt, com a seguinte referência no assunto: DTx/02/2024.