O DTx desenvolve as suas atividades de I&D em projetos de quatro tipologias distintas

O DTx desenvolve as suas atividades de I&D em projetos de quatro tipologias distintas em termos de objetos e financiamento, nomeadamente:

– Específicos (PE), projetos entre grupos de associados, enquadrados pelo financiamento base ANI e vocacionados para responder a desafios aplicacionais concretos;

– Prospetivos (PP), projetos entre todos os associados, enquadrados pelo financiamento base ANI e vocacionados para desenvolvimentos prospetivos considerados estratégicos para o DTx no espaço temporal de 3 a 5 anos;

– Diretos (PD), projetos realizados com um ou mais associados e, eventualmente, entidades externas, com financiamento direto das empresas envolvidas;

– Competitivos (PC), projetos realizados com um ou mais associados e, eventualmente, entidades externas, com co-financiamento de programas nacionais ou europeus.

Projetos Financiados

Designação do projeto: Contratação de Recursos Humanos Altamente Qualificados (PME ou CoLAB)

Apoio no âmbito do Programa operacional Regional do Norte

Objetivo Principal: Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral

Região de Intervenção: Norte

Entidade Beneficiária: Associação Laboratório Colaborativo em Transformação Digital DTX

Data de aprovação: 04/04/2019

Data de início: 01/01/2019

Data de conclusão: 31/12/2021

Custo total elegível:  4.440.000,00 euros

Cofinanciamento da União Europeia:  FSE – 4.440.000,00 euros

Objetivos estratégicos:

O DTx estruturou os seus domínios de atuação nas seguintes áreas:

– Software e Sistemas de Informação, incluindo Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Comunicações e Cibersegurança.

– Hardware de Sensores, incluindo Micro e Nanoeletrónica e Eletrónica flexível.

– Fatores Humanos, incluindo Interface Pessoa-Máquina e Questões Sociais e Éticas.

– Materiais Avançados, incluindo Materiais Inteligentes e Sustentáveis.

– Fabrico Inteligente, incluindo Processos e Gestão da Produção no contexto da Indústria 4.0.

Projetos Específicos

Desenvolvimento de um sistema de pesagem inovador com aquisição variada de dados que serão depois processados, de modo a identificar perfis de clientes, aumentar a rastreabilidade e diminuir a fraude das pesagens. Este projeto envolve as áreas Software e Sistemas de Informação, Hardware de Sensores e Materiais Avançados, e será desenvolvido com o associado Cachapuz.

O projeto tem por objetivo aumentar o know-how do consórcio na tecnologia in-mould electronics (IME) e integrá-la nos respetivos processos de produção dos associados. No final deste projeto, a tecnologia IME estará consolidada e integrada em processos de produção, produtos e/ou serviços inovadores, o que proporcionará uma vantagem competitiva significativa aos participantes (Bosch, Celoplás, Simoldes, INL, PIEP e UMinho). Áreas DTx abrangidas: Software e Sistemas de Informação, Hardware de Sensores, Materiais Avançados e Fabrico Inteligente.

Desenvolvimento de tecnologias para interiores de plataformas de mobilidade autónoma adaptável. Com o advento dos veículos autónomos, o conceito clássico do interior de um carro deverá ser redefinido para atender aos novos requisitos esperados em termos de i) customização e adaptabilidade, ii) conforto iii) segurança, iv) interface pessoa-máquina (HMI) clara e envolvente e v) conetividade e info-entretenimento personalizado. Como tal, todas as áreas de I&D do DTx serão abrangidas. O consórcio incluirá os associados Bosch, Simoldes, TMG, CEiiA, INL, PIEP, U Católica e UMinho.

Implementação de novos sistemas NDT (non-destructive techniques) para inspeção de produtos com integração direta na linha de produção. Envolve a Celopás, Simoldes, Neadvance, INL, PIEP e a UMinho. Os sistemas a desenvolver serão suportados por uma plataforma inteligente de controle de qualidade e sensores miniaturizados capazes de analisar e detetar defeitos superficiais em peças moldadas por injeção.

Uma das tecnologias utilizadas pela IKEA Industry é o processo de laminação que termina com a aplicação de papel texturizado e/ou decorativo sobre os substratos. Neste contexto, pretende-se desenvolver sistemas de inspeção inteligentes para apoiar o controlo de qualidade e a eficiência do processo durante a produção. Serão utilizadas tecnologias de última geração para o feedback em tempo real, análise de dados, inteligência artificial e conectividade. Para além da IKEA Industry, estarão envolvidos a Neadvance e o CCG.

Explorar o potencial das tecnologias de fabricação aditiva de pós metálicos (mAM) para a produção de ferramentas de moldação por injeção, possibilitando geometrias moldantes complexas com detalhes impossíveis de serem obtidos através de técnicas convencionais. Serão desenvolvidas cavidades moldantes com características 4G (p.e., para a otimização do arrefecimento, peso do molde), desde o projeto até a produção e teste; e utilizados algoritmos de otimização topológica e design generativo. Os associados envolvidos são a Celoplás, Simoldes, INL, PIEP e a UMinho.

Monitorização de dados em tempo real, deteção e gestão de fraudes. Enquadrando-se na área de Software e Sistemas de Informação do DTx e envolve os associados envolvidos WeDo, a NOS e o ebankIT.

Exploração de novos modelos de negócios baseados em Big Data. Enquadrando-se na área de atuação do Software e Sistemas de Informação do DTx e envolve o associado Primavera.

Desenvolvimento de um assistente pessoal. Enquadrando-se na área de Software e Sistemas de Informação do DTx e envolve os associados NOS e o ebankIT.

Desenvolvimento de um sistema inteligente de monitorização de produtos para grandes superfícies comerciais. Enquadrando-se na área de Software e Sistemas de Informação do DTx e o associado envolvido é a Accenture.

Desenvolvimento de uma geração 4.0 de produtos e processos funcionais e ecologicamente sustentáveis que permitirá a criação de novos modelos de negócios e serviços digitais para atender às exigências das tendências de mercado da IKEA Industry. As áreas do DTx envolvidas são: Software e Sistemas de Informação, Hardware de Sensores e Materiais Avançados.

Projetos Prospetivos

A próxima geração de sistemas ciber-físicos (CPS) irão requerer novas abordagens de co-design e co-desenvolvimento para a sua concepção. Estes CPS’s inovadores e avançados irão requerer a integração de tecnologias emergentes e abordagens multidisciplinares, tais como integração de materiais e compósitos inteligentes, micro-nano-tecnologias, fotónica, geração e armazenamento de energia, novos recursos de comunicação, ferramentas de IA e cyberware, etc., constituindo estes desafios adicionais a serem investigados neste projeto, de forma a se conseguir novo conhecimento científico nestes temas.

No futuro próximo, estima-se que produtos que integrem serviços venham a ter grande impacto na sociedade e na economia interagindo, direta ou indiretamente, com parte significativa da população. O valor é um conceito multidimensional, que é visto de forma diferente pelas diferentes partes interessadas e pode ser avaliado em diferentes perspectivas, requerendo uma análise de valor holística. Por seu lado, a análise de risco é um processo que ajuda a identificar e gerenciar possíveis problemas associados a questões tecnológicas, matérias-primas, operacionais, ambientais, de mercado. Assim, os principais objetivos deste projeto são: i) Desenvolver uma metodologia para analisar a geração de valor e o risco associado ao desenvolvimento de produtos ciber-físicos; ii) criar ferramentas específicas para aplicar a metodologia desenvolvida ou melhorar ferramentas já existentes; e iii) utilizar essas ferramentas para apoiar o desenvolvimento de novos sistemas de serviços de produtos CPS no âmbito de projetos específicos ou diretos do DTx.

No desenvolvimento de sistemas altamente complexos, como sejam CPS´s de nova geração, torna-se difícil antecipar todas as situações contextuais relevantes e definir mecanismos apropriados de adaptação durante aos contextos, devido à incerteza associada aos diversos contextos de utilização do produto durante o seu tempo de vida. Exemplos desta dificuldade incluem CPS´s/IoT que operam em ambientes físicos diferentes ou processos de negócios digitais que podem enfrentar padrões de utilizadores diferentes ou até mesmo requisitos dinâmicos do cliente. Assim, este projeto procurará obter conhecimento científico em aplicações inovadoras, tais como: sistemas de sistemas, cibersegurança, redes verticais de sistemas de produção inteligentes, cadeias de fornecimento integradas inteligentes, empresas inteligentes interligadas, e robótica colaborativa segura (robô/pessoa ou robô/robô), integração de materiais inteligentes e estruturas.

No contexto de novos produtos que integram serviços ou em processos de fabrico inteligente, são necessárias novas interfaces inteligentes capazes de comunicar de forma eficiente e segura com as pessoas. Assim, novas interfaces pessoa-máquina têm que ser desenvolvidas, com uma visão multidisciplinar, incluindo soluções tecnológicas inovadoras, mas também aspetos sociológicos e psicológicos. Deste modo, este projeto prospetivo terá como objetivo desenvolver conhecimento de suporte a futuras aplicações inovadoras tais como interfaces com CPSs que mimetizam o ser humano; interfaces multimodais pessoa-máquina que imitem/sensorizem.

Projetos Diretos